segunda-feira, 31 de maio de 2021

Informações da CPI serão encaminhadas para ação no STF de Bolsonaro contra governadores

 



As informações obtidas pela CPI da Covid serão enviadas ao STF (Supremo Tribunal Federal) para colaborar com o julgamento da ação em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pede a suspensão de medidas restritivas em três estados brasileiros (Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraná).

Conforme o relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL), informou à coluna Painel, da Folha, ele enviará ao Supremo “subsídios técnicos” baseados nos “primeiros achados da comissão”.

Renan disse que o presidente foi e continua sendo “mais que negligente” no combate à pandemia, age com “pulsão de morte” e, por isso, há necessidade das medidas dos governadores.

Em defesa dos estados, Renan dirá ao STF que Bolsonaro negou e continua contrariando orientações sanitárias .O relator do caso é o ministro Luís Roberto Barroso. “A postura do governo federal, que continua na contramão das recomendações sanitárias do mundo inteiro, indica que o único plano do presidente Bolsonaro é aglomerar, como faz diuturnamente, à margem da ciência e do que seria necessário para proteger vidas humanas”, avaliou Renan.

O emedebista afirmará ainda que os países que se recuperam da pandemia têm regras de isolamento quando a ocupação dos hospitais chega a níveis altos. “Essa obsessão macabra do presidente [contra o isolamento], em um momento em que as UTIs estão lotadas e se avizinha uma terceira onda, faz com que os brasileiros paguem com vidas o preço de sua postura irresponsável e tresloucada”, completou.

Ainda segundo o Painel, Renan Calheiros relatou que irá se manifestar como parlamentar, não como membro da CPI, na ação assinada por Bolsonaro e pela Advocacia-Geral da União (AGU).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pai de Neymar se diz vítima em processo e ameaça devolver mansão da família.

  Neymar da Silva Santos, pai do jogador do PSG, ingressou de forma espontânea na Justiça para se defender em uma ação movida pelo condomíni...