FAMEM

quarta-feira, 18 de março de 2015

O Instituto Médico Legal (IML) em Imperatriz está enfrentando problemas de infraestrutura

O Instituto Médico Legal (IML) em Imperatriz está enfrentando problemas de infraestrutura. Muitos corpos não estão sendo recolhidos, por conta da falta de carros para fazer o transporte. Nos últimos dias, um dos carros que buscou um corpo precisou se deslocar da cidade de Açailândia. Os funcionários do IML de Imperatriz fazem a remoção dos corpos em cidades distantes, em um raio de até 400 quilômetros, chegando a ir até Balsas, no sul do Estado. O diretor do IML, Alair Firmino, disse que uma saída para melhorar a prestaçãop desse serviço seria a criação de novas sedes do instituto em cidades vizinhas. Dos três veículos que o IML dispõe, apenas dois estão funcionando. Semana passada, durante uma viagem, todos ficaram parados e o pneu de um dos carros chegou a sacar com o carro em movimento. Só no fim de semana, quatro corpos de vítimas de acidentes ou de armas de fogo em Imperatriz, Açailândia e São João do Paraíso deram entrada no IML. São mais de 30 cidades atendidas pelo IML e apenas seis médicos fazem os laudos dos corpos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vítima de incêndio morre em Hospital Municipal de Imperatriz

  Uma jovem de 21 anos morreu após um incêndio provocado por um vazamento de um botijão de gás em sua residência, no município de Imperatriz...